o amor é ....

O amor é como o IRS, está cheio de deduções e de abatimentos.
Mas quando chega o reembolso, sentimos que valeu a pena fazer os descontos, pagar os IVA's e fazer a retenção na fonte.
Quanto mais se investe, mais se recebe.
E depois de receber, voltamos a queixar-nos do quanto descontamos... e do trabalho que dá. Assim é o amor.
Não consta que desapareça.
Nem o amor, nem o IRS.
publicado por duda às 12:10 link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito